Manifestação em Londrina pede justiça por Gabriel Sartori

Publicado por

Ato no próximo dia 15 lembra aniversário do adolescente, morto por um disparo feito por policial militar em 2017

Cecília França

O Movimento Autônomo Popular (MAP) de Londrina prepara uma manifestação para o próximo dia 15 de abril em memória e pedindo justiça por Gabriel Sartori, morto aos 17 anos por disparo de arma de fogo de um policial militar. Gabriel completaria 21 anos nesta data e o ato vai ocorrer em frente ao Colégio Estadual Professora Maria José Aguilera, no Conjunto Cafezal, onde ele foi morto. O julgamento do policial responsável pelo disparo ainda não foi marcado.

A tragédia aconteceu no dia 15 de junho de 2017 no bairro onde Gabriel cresceu. Todos os anos a mãe do adolescente, Cristiane Sartori, realiza protesto na data para que o caso não caia no esquecimento. “Não pode ser esquecido. Enquanto a justiça não me ouvir ou fizer algo”, diz ela à Lume.

De acordo com a perícia, o disparo feito pelo PM Bruno Zangirolami e que vitimou Gabriel ricocheteou na calçada e, depois, no adolescente. O policial deixou de atuar nas ruas, desenvolvendo, desde então, trabalhos burocráticos enquanto aguarda a data do julgamento, protelado devido à pandemia da covid-19.

Para a manifestação do próximo dia 15, os integrantes do MAP pedem que os participantes usem máscara, levem álcool em gel e mantenham o distanciamento. A concentração está marcada para as 18h.

Deixe uma resposta