Outra dimensão

Publicado por

Por Antonio Rodríguez

Atravessando a rua
Sem nenhuma esperança
A fé na humanidade se acabara
Fujo dos jornais a todo custo
Mas na rua me perseguem.

No comentário infeliz
De mais uma alma perdida
A contemplar essas vias de asfalto infindáveis
Das selvas urbanas de pedra
Ou na televisão
Falando para as deidades do ar
Sem ninguém a escutar
Mas com todos a ouvir
Na manchete que suja o chão
O periódico perdido por alguém
Enfim, todos me perseguem
Menos a esperança que corre de mim.

E eu corro dela
Andamos em direções
Analogamente opostas
Sempre unidas
Mas nunca juntas
E assim eu seguia pela rua
Mais um dia de luta da Karol.

E ali, naquela esquina que eu virei
Algo mudou
Se vórtice, vértice ou portal
Eu não posso explicar
Mas sei que eu mudei de dimensão
E não queria mais voltar.

Mudei de dimensão
Entrei no paraíso
Ou qualquer o nome que tu queira dar
Uma deusa trilhando o mesmo caminho que eu
Essas ruas perdidas não mereciam
Não eram dignas do toque delicado dos seus pés
Por isso ela flutuava.

E eu flutuava em direção a ela
Sem saber como nem porquê
Mas ela me atraia
Se eu sabia o que ia falar?
Até hoje não tenho ideia
Mas a gente combina demais
Mais que Beyonce e Jay-Z
E ali, era só cruzar a rua e te falar.
Pedir teu telefone
Tecer um elogio besta
Um verso qualquer
Mas minha criatividade de poeta de nada presta
Do mesmo que eu entrei nessa outra dimensão
Eu apareci do outro lado
O lado de fora
E tu só morava na memória.

O que me restou?
A autopiedade?
O ódio de não ter feito nada?
Na real, nada disso
Sobrou o perfume dela
Tão divino que não cabe a palavras terrenas descrever.

Eventos sublimes, que escapam a mente humana a forma de descrever, ou sequer de encontrar um meio “direto e reto” de dizer o que ocorreu, mas tudo se passa em um segundo que dura mais que um milênio e mesmo assim corre mais que o Usain Bolt.
Não faz o menor sentido, mas essa já não é a vida?
Continua sem fazer sentido.

*Antonio Rodríguez, 18, estudante e poeta nas horas vagas (e algumas ocupadas também). Apaixonado pela vida, faz o máximo para transformar tudo em poesia. Mantém o Instagram @a.poetizando.me

Deixe uma resposta