Londrina terá ato contra o governo no feriado

Publicado por

Manifestação de grupos populares tem como pauta a “luta por vida digna”

Cecília França

Foto em destaque: Manifestação de 4 de julho/ Isaac Fontana

Coletivos e movimentos populares, reunidos na Frente Classista e Combativa, ocupam novamente as ruas de Londrina amanhã, dia 7 de setembro, contra o governo de Jair Bolsonaro. Os participantes entendem que o enfrentamento ao descaso do governo federal só pode ser efetivo com o povo nas ruas, apesar da pandemia. O ato, marcado para iniciar às 16h, ocorre no mesmo dia em que grupos pró-Bolsonaro sairão às ruas em todo o país em apoio ao chefe do Executivo.

Compõem o ato de amanhã movimentos como a Alternativa Popular, Ação Antifascista (Afalondrina), Sindicato Independente (SiTrabalhadores) e Movimento Autônomo Popular (MAP). Na pauta, denúncia do aumento nos preços dos alimentos; luta por vacinação em massa contra a covid-19; defesa de um auxílio emergencial que permita vida digna; defesa dos direitos dos trabalhistas; apoio à luta dos povos indígenas, entre outros.

“Na conjuntura atual, não falta motivos para a classe trabalhadora ir às ruas”, defende o SITrabalhadores em seu perfil nas redes. “Lutaremos por uma vida digna, em que seja possível comer, viver e não morrer de covid-19”, acrescentam.

A AfaLondrina publicou um manual de segurança sanitária e pessoal para os participantes do ato que inclui uso de máscaras pff2, de álcool em gel, distanciamento social e manter-se em grupos.

A concentração está marcada para as 16h em frente à Biblioteca Pública Municipal.

Deixe uma resposta