Centro Juvenil Vocacional oferta cursinho comunitário e gratuito

Publicado por

Passo a Passo para o Vestibular conta com professores voluntários e abrirá inscrições em fevereiro para jovens de escolas públicas de Londrina e região

Mariana Guerin

Foto em destaque: Divulgação

O Centro Juvenil Vocacional (CJV) de Londrina abre vagas para interessados em frequentar um cursinho pré-vestibular comunitário e gratuito. As inscrições para o Passo a Passo para a Universidade (PPU) vão de 14 a 22 de fevereiro e o início das aulas será em 7 de março.

Voltado para jovens de escolas públicas de Londrina que desejam se preparar para o Enem e vestibulares, o curso conta com professores voluntários, aulões temáticos e acompanhamento vocacional, com inspiração na pedagogia de Paulo Freire. A seleção dos alunos acontecerá em 23 de fevereiro e o resultado dos aprovados sairá dia 24 de fevereiro.

Segundo Ismael Giachini Frare, responsável pelo CJV, o cursinho teve início em 2020, no modo presencial, mas logo precisou se adaptar ao ensino remoto por conta da pandemia. “Por esta razão, abrimos inscrições para o público em geral.”

No primeiro ano, o cursinho contou com cerca de 60 estudantes, não somente de Londrina. “Ano passado, nós chegamos a ter 110 estudantes, ainda no modo remoto. O desejo é que, neste ano de 2022, o curso possa ser presencial”, prevê Ismael.

Ele explica que o PPU conta com o voluntariado de 16 professores advindos das escolas públicas, cursinhos privados, estudantes e professores universitários. Além da coordenação, que é composta por quatro pedagogos voluntários e estudantes.

“O projeto é comunitário e gratuito: comunitário porque é construído coletivamente e gratuito porque acredita-se no valor da gratuidade como compromisso social”, justifica Ismael, destacando que as aulas acontecem à noite, de segunda à sexta-feira.

“Temos um projeto transversal que é de acompanhamento vocacional, com estagiários de psicologia. Ser estudante de escola pública, mulher, negro, LGBTQIA+ são critérios para a seleção dos estudantes do PPU”, reforça o coordenador.

O cursinho tem dez meses de duração, contando com os intensivos próximos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e vestibulares. Quando presenciais, as aulas acontecem no Centro Juvenil Vocacional, localizado na Rua Darcirio Egger, 568, Shangrila B, em Londrina.

Ismael explica que o Centro Juvenil Vocacional é uma obra social da Congregação dos Oblatos de São José, ligada à Igreja Católica, e que o CJV dispõe de estrutura para o desenvolvimento do PPU, mas conta também com doações e arrecadações de materiais escolares e alimentos para os estudantes. “Serão 25 vagas neste ano, pois estamos levando em conta as recomendações sanitárias de distanciamento”, alerta.

De acordo com o coordenador, além do cursinho pré-vestibular, o centro juvenil irá acolher vestibulandos de escolas públicas de fora de Londrina que virão à cidade para realizar o Vestibular UEL 2022.

Centro Juvenil Vocacional oportuniza acesso à educação de qualidade

O professor de biologia Flávio Ranucci Pinheiro é um dos voluntários do PPU. Para ele, dar aulas como voluntário é uma forma de oportunizar. “Primeiramente é um trabalho voltado para a acessibilidade aos que não podem pagar por um cursinho pré-vestibular. Decidi e aceitei fazer parte do quadro de professores porque sentia necessidade de realizar algum trabalho de âmbito social.”

“O ensino remoto foi desafiador. Eu nunca havia trabalhado com tecnologias remotas na condição de professor e eu ao mesmo tempo que lecionei, aprendi, pois alguns alunos eram familiarizados com sites, vídeo conferências”, conta Flávio.

“Apesar de todos os problemas, incluindo falta de acesso de alguns alunos a aparelhos e dispositivos para acompanhar as aulas, eu, com o tempo, desenvolvi uma metodologia que acredito ter sido viável ao período, usando aplicativos como a lousa interativa, montando imagens e exercícios”, completa.

Para o professor, a importância do cursinho gratuito e comunitário está, principalmente, em oportunizar o acesso aos que não podem pagar por um cursinho preparatório: “O ingresso ao ensino superior acredito que seja um sonho que muitos deixam de lado por conta da falta de oportunidades”, opina.

Segundo ele, são cerca de 70 a 80 alunos por aula online e existe bastante cobrança para o comparecimento deles nas aulas: “Os que não conseguem acompanhar online podem solicitar o link da gravação das aulas, com os coordenadores. Começamos com cerca de 110 alunos, mas houve desistências no percurso, infelizmente”.

Flávio detalha que as aulas são voltadas à participação ativa dos estudantes: “Tento trabalhar muito a partir do conhecimento prévio dos alunos sobre os conteúdos. Há uma participação de alunos específicos, outros que preferem apenas acompanhar a aula, e sempre deixo alguns exercícios para realizarem durante a semana e tirarem dúvidas no privado”.

Conforme o professor, sete alunos do PPU foram aprovados em vestibulares no último ano, quatro deles na Universidade Estadual de Londrina (UEL). “Mas não é voltado apenas ao vestibular. Tinha uma aluna que estava terminando o EJA (Educação de Jovens e Adultos) e aproveitou o cursinho como reforço nas matérias”, cita.

“Além de outros vestibulares, Enem e até concursos. Começamos com o cursinho ao longo do ano de 2020, mas o maior índice de participação dos alunos foi no ano passado. Vamos ver o resultado esse ano”, projeta Flávio.

‘Diversidade de professores e de conteúdo’

A aluna do segundo semestre de Psicologia Ligia Maria Nascimento Braga, 19 anos, foi uma das estudantes do PPU que conseguiu vaga na UEL. “Para mim, estudar no cursinho pré-vestibular do Centro Juvenil Vocacional foi uma experiência muito positiva, tanto por causa da diversidade de professores, quanto pelo conteúdo.”

“Eu aprendi muita coisa que eu usei no vestibular e que me fez bem ter aprendido. Coisas que eu nem tinha visto no colégio. Então foi muito positivo para mim. Me ajudou muito no vestibular e em todos os sentidos, em todas as matérias, principalmente as matérias de exatas, que eu tinha mais dificuldade. Eu tive uma base muito boa no cursinho, então me ajudou muito”, opina Ligia.

Para ela, esse cursinho tem uma importância muito grande porque dá acesso às pessoas que não tem condição de pagar o que custa um curso particular em Londrina hoje em dia. “São mais de R$ 400, R$ 500 para você fazer um cursinho, então ele disponibiliza e dá acesso para as pessoas que não tem condição de pagar esse valor uma educação de qualidade, uma oportunidade e um passaporte para a vida acadêmica e para a mudança de vida das pessoas e isso é muito importante”.

Ligia recorda que ficou sabendo da existência do Passo a Passo para o Vestibular por meio de uma divulgação num aplicativo de mensagens: “Eu passei no vestibular, em Psicologia, na UEL, e com certeza o cursinho do Centro Juvenil Vocacional fez com que eu passasse”.

Mais informações sobre o PPU pelo e-mail cjvosj@gmail.com; Instagram @cjvosj ou telefone (43) 98808-9565.

Leia também:

Uso da linguagem inclusiva de gênero requer hábito

Deixe uma resposta