Talvez você me conheça…

Publicado por

Você me conhece?
De verdade?
Além das minhas palavras bonitas
Ou dos meus fúteis poemas.

Você me conhece?
Para além de tudo que eu já te falei
Pegue meu coração
Que está bem acomodado nas suas mãos
E o olhe.

Observe bem
Veja quem eu sou
O cara por quem você se apaixonou
Será que sou eu mesmo?

Estaria eu apenas travado?
Ou apenas um cara apaixonado?
Tão interessado em te impressionar
Que esqueceu de ser ele mesmo.

Esse talvez seja eu
Eu mesmo.
E me dói admitir isso
Dói admitir que eu não sou eu
Nem pra quem me ama.

E o que eu faço agora?
Me desculpo?
Jogo ao abismo eterno das palavras esquecidas um mero “Desculpa”?

Seria eu capaz de ser eu mesmo?
Seria eu capaz de te fazer sonhar de novo?
Te levar aos céus sem te tirar do chão?

Ou simplesmente te deixar ir?
Apenas assim
Cruzar o limiar de nossas vidas
Para nunca mais voltar?

Oh céus
Porque me deram tanto poder
Mesmo me julgando incapaz de decidir?
Seria eu capaz?

Eu apenas te amo
Como se isso pudesse ser apenas
Mas eu te amo
Talvez o bastante pra te deixar ir
Talvez mais para te querer e fazer ficar.
Apenas
Talvez.

Apenas talvez, apenas talvez. Nos sobra apenas isso, apenas talvez.

*Antonio Rodríguez, estudante e poeta nas horas vagas (e algumas ocupadas também). Apaixonado pela vida, faz o máximo para transformar tudo em poesia. Mantém o Instagram @a.poetizando.me

Deixe uma resposta