Família protesta em frente ao Fórum pela morte de menino de um ano

Publicado por

Criança sofreu politraumatismo ao ser atropelada na calçada de casa por um motorista embriagado que dirigia na contramão

Da redação

Foto: Divulgação

Familiares do pequeno Rodinaldo Matteo Vieira de Andrade, de apenas um ano, realizarão um protesto nesta segunda-feira (21), às 12 horas, em frente ao Fórum de Londrina, para pedir Justiça pela morte do menino, ocorrida no ano passado.

O bebê estava em frente de casa quando foi atropelado por um carro que subiu a calçada em alta velocidade. O acidente aconteceu no dia 17 de julho de 2021, na Vila Rica, Zona Norte de Londrina.

Segundo a mãe do bebê, Fernanda Andrade, ele sofreu politraumatismo, foi socorrido, mas morreu logo após chegar ao hospital. Ele teria sido levado à Unidade Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Sabará pelo próprio motorista responsável pelo atropelamento, depois que os familiares insistiram pela ajuda. Depois de prestar o socorro, o rapaz fugiu.

Três dias após o atropelamento, os pais de Rodinaldo prestaram depoimento na Delegacia de Trânsito de Londrina. Conforme Fernanda, o acidente aconteceu à noite, quando ela chegava em casa depois de buscar o filho na casa da avó. Eles estavam na calçada quando o carro surgiu pela contramão e atingiu o bebê, que sofreu traumatismo craniano.

“Meu nenê de um ano e sete meses foi atropelado em 17 de julho de 2021. Faleceu na hora, por ter sido brutal. Estávamos na calçada e, infelizmente, veio um conhecido nosso, bêbado e drogado, e atingiu meu bebê, passando por cima dele”, descreve Fernanda, informando que nesta segunda-feira acontece a audiência do caso no Fórum.

“Oito meses depois estamos nos organizando para pedir por Justiça, porque não foi um acidente. O motorista que matou está por aí seguindo a vida enquanto matou meu nenê”, lamenta Fernanda.

Leia também:

PM procurava foragido, mas matou irmão, diz mulher

Deixe uma resposta