Família cancela ato pela morte de Ítalo

Publicado por

Chuva inviabilizou protesto marcado para a sede da subcorregedoria da PM

Da Redação

Devido à chuva, a família do jovem Ítalo Silva Rodrigues (foto), morto pela Policia Militar na Zona Oeste de Londrina dia 2 de janeiro, cancelou o protesto que havia convocado para essa terça-feira (12), em frente à Subcorregedoria Regional da PM.

O pai do jovem, Célio da Silva Rodrigues, prestou depoimento no local no início da tarde, mas preferiu não falar com a reportagem.

Por volta das 18h30 do dia 2 de janeiro, Ítalo foi baleado dentro do carro conduzido por um amigo dele. Segundo o site Notícia Preta, a dupla teria cruzado com uma viatura do Batalhão de Choque.

Um policial teria apontado a arma para os jovens e começado a atirar. Nervoso, o motorista teria acelerado e batido o veículo. Atingido nas costas, Ítalo ainda teria descido do carro e pedido para os PMs não o matarem. Mas não resistiu aos ferimentos.

Na busca por justiça, a família de Ítalo afirma estar sendo ameaçada por policiais.

LEIA MAIS:

Deixe uma resposta