Rede Lume passa a integrar projeto de checagem de notícias do TRE

Publicado por

Gralha Confere’ visa combater os efeitos nocivos da desinformação no processo eleitoral

Da Redação

A Rede Lume acaba de se tornar parceira do projeto Gralha Confere, da Justiça Eleitoral paranaense, dedicado à checagem de informações suspeitas sobre o processo eleitoral. Criado pela Portaria nº 153/2022, o ‘Gralha’ é conduzido em parceria com instituições públicas e privadas do Estado, dentre elas, empresas jornalísticas.

O objetivo, de acordo com o site do projeto, é “aumentar o potencial informativo sobre o processo eleitoral em âmbito regional, auxiliar a cobertura jornalística das eleições, esclarecer o eleitorado e manter a integridade do pleito, minimizando a esfera de influência da desinformação no Paraná.”

Eleitores que tiverem dúvidas sobre conteúdos suspeitos podem encaminhar para o WhatsApp (41) 98700-5100. As informações selecionadas são checadas e publicadas no site do projeto, nas redes sociais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) e nos canais de comunicação das entidades parceiras.

Confira as últimas checagens divulgadas pelo Gralha Confere:

É falso que a Justiça Eleitoral esteja cancelando o título de pessoas com mais de 70 anos

É falsa a afirmação de que o aplicativo e-Título é espião

É falso que eleitor não esteja quite com a Justiça Eleitoral, apesar de alegar ter todos os comprovantes de votação

Deixe uma resposta