‘Amigas do São Jorge’ abrem campanha para manutenção do projeto

Publicado por

Além de doações, voluntárias planejam feiras mensais para garantir as ações sociais na zona Norte de Londrina

Cecília França

Foto em destaque: Caé da tarde oferecido às crianças pelo projeto/Bruno Mazzoni.fev.2021

O projeto Amigas do São Jorge – que ganhou o complemento “Projeto Wal Dias”, em homenagem à sua fundadora, falecida repentinamente em janeiro deste ano – está com campanha de doações aberta para garantir a manutenção das ações realizadas na zona Norte de Londrina. Elas também planejam a realização de feiras mensais com o objetivo de arrecadar recursos.

Adriana Cordeiro, coordenadora do projeto, explica que o pagamento do aluguel da sede é a principal preocupação. “Nossa questão é o aluguel, então a gente decidiu fazer uma feira uma vez por mês aqui, vendendo pastel, fazendo bingo, para a gente conseguir pagar o aluguel do projeto, comprar o gás também”, acrescenta.

A primeira feira acontece já neste sábado (04), em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a partir das 18h. “Tem um doador que vai doar massa de pastel e o óleo, mas a gente precisa, por exemplo, da carne moída, de frango, para o recheio. A pessoa pode doar o produto e também brindes, prêmios para o bingo”, diz Adriana.

As doações podem ser feitas também em dinheiro, pelo PIX (43) 99685-3023.

A sede do projeto Amigas do São Jorge-Projeto Wal Dias fica na Rua Amélia Baptista Rabello, 93, no Jardim São Jorge. As voluntárias atendem famílias e crianças da região também com refeições, doação de cestas básicas, roupas, entre outras necessidades.

Deixe uma resposta